Projeto quer agilidade na marcação de consultas e exames para idosos

A saúde é um dos direitos sociais estabelecidos pela Constituição Federal e é dever do Estado garanti-la por meio de políticas públicas e econômicas. Os idosos, que necessitam de mais prioridades devido a fragilidade, enfrentam diariamente unidades públicas de saúde lotadas e a demora para a marcação de consultas e exames. A situação, que muitas vezes é precária, coloca em risco a vida, em especial dos idosos.



Para garantir o cumprimento dos direitos dos idosos, o deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) propôs projeto de lei na Assembleia Legislativa que obriga a marcação de exames e consultas para pessoas com mais de 60 anos nas unidades públicas de saúde que pertencem ao Estado, com caráter de urgência. A partir do momento em que o pedido for feito, os exames e as consultas devem ser marcados em no máximo sete dias.



Para Bruno Peixoto, o objetivo do projeto é garantir ao idoso uma vida mais digna, com acesso a saúde de forma mais qualificada e eficiente. “O poder público deve oferecer aos idosos todas as oportunidades para preservar sua saúde física e mental. Com a aprovação do nosso projeto, eles serão atendidos mais rápido e terão condições de realizar tratamentos”. 


MAIS NOTÍCIAS
NEWSLETTER
(receba todas nossas notícias)