Projeto quer que bares, restaurantes e lanchonetes disponibilizem o cardápio na entrada do estabelecimento

Bares, restaurantes e lanchonetes em Goiás disponibilizam os cardápios, preços e informações sobre seus produtos somente quando o cliente já está dentro do estabelecimento.  Mas uma lei pode facilitar a vida dos consumidores e evitar constrangimentos.

Seguindo a tendência gastronômica de grandes metrópoles, como Nova York, o deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) apresentou um projeto de lei para que bares, restaurantes, lanchonetes e similares disponibilizem o cardápio, com informações sobre os produtos e preços, na entrada do estabelecimento- em local de ampla visibilidade.

O deputado afirma que vários consumidores são surpreendidos com valores cobrados pelos produtos à venda. “Isso ocorre exatamente porque não tem publicidades dos preços cobrados. Às vezes o cidadão entra no estabelecimento, não gosta do que é oferecido e fica sem jeito de sair”.

O local que vender refeições por quilos também deverá exibir o cardápio na entrada. O projeto de lei estende-se ainda ao couvert, que é cobrado principalmente em bares. “O preço individual ou coletivo e a sua composição deve ser informado no exterior do estabelecimento. O couvert que não for informado antes não poderá ser cobrado do consumidor”, explica o parlamentar.

Se a lei for aprovada, a pena de multa para o estabelecimento que não cumprir a determinação será aplicada mediante processo administrativo. O valor será entre 500 e mil reais. 

MAIS NOTÍCIAS
NEWSLETTER
(receba todas nossas notícias)