Bruno Peixoto critica situação das estradas goianas: 2 mil quilômetros estão intransitáveis

O deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) usou hoje a tribuna para falar da situação das estradas em Goiás. Ele citou a reportagem de capa do jornal O Popular que mostra que dois mil quilômetros de estradas estão intransitáveis e denuncia que a última etapa do programa Rodovida, do governo estadual, não foi iniciada. 


Para o parlamentar, a situação é  inacreditável. “O governo alegou que aumentaria o ICMS dos combustíveis para criar o Fundo do Transporte. Eu fui contra essa medida, e agora pergunto: onde está o dinheiro do aumento dos impostos que deveriam ser destinados as melhorias das estradas?", argumenta.


Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) alega falta de recursos, especialmente em função da dificuldade de se conseguir financiamentos bancários e ajuda federal, para solucionar o problema.

Enquanto o dinheiro não chega ao de seu destino, quem sofre é a população. O motorista tem que desviar de buracos e do cascalho, além de não ter qualquer informação, devido à falta de sinalização horizontal e ao fato de as placas estarem encobertas por mato. 


Segundo o jornal O Popular, as GOs 139, a 309, a 147 e a 213,  deveriam ter sido reconstruídas até o fim do ano passado, conforme o programado no projeto Rodovida, do governo estadual, iniciado em 2011. Mas até agora nada. 


MAIS NOTÍCIAS
NEWSLETTER
(receba todas nossas notícias)