Assembleia discute segurança nas escolas em Goiás

Bruno Peixoto, líder do governo na Assembleia legislativa, defendeu maior integração entre poder público e sociedade civil para conter a onda de violência que tem assolado as escolas. A declaração ocorreu no dia 18 de março, durante audiência pública promovida em parceria com o presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, deputado Talles Barreto, para discutir casos de violência como o atentado em Suzano, na semana passada, que vitimou 10 pessoas, e também o do colégio Goyases, ocorrido em Goiânia em 2017, com duas vítimas fatais.

 Bruno apresentou dois projetos, tratando do tema em tramitação na Assembleia. O primeiro projeto, estabelece a instalação de câmeras de segurança nas escolas da rede estadual, o segundo, cria a semana da conscientização e prevenção da violência nas escolas. A ideia é que seja incluído no calendário escolar atividades e seminários tratando sobre violência e bullying, ampliando o debate internamente nas escolas.

“Não existe uma solução fácil e imediata. É preciso integrar a segurança pública, a rede de ensino e as famílias. Outra questão importante é a facilidade com que conteúdos de ódio são disseminados na internet e o acesso que os nossos estudantes têm a esse conteúdo”, destacou o deputado.

A diretora da Escola Goyases, Roseli Maria Rizzo, ressaltou a atuação de Bruno Peixoto durante a audiência. “O deputado Bruno tem acompanhado a tragédia desde o início, esteve presente durante todo esse processo de superação”, relatou. Roseli também defendeu uma convergência de forças para evitar que ocorram tragédias semelhantes, além de uma participação intensa dos pais dos alunos na vida dos filhos. “Professor não é pai. Podemos e devemos contribuir com a formação dos alunos, mas precisamos cada vez mais da família e também do poder público”, avaliou. “Políticas públicas são necessárias para amenizar esse momento em que vivemos na sociedade. Hoje ocorre uma terceirização da criação dos filhos”, disse, alertando também para o grande índice de suicídio entre adolescentes.

MAIS NOTÍCIAS
NEWSLETTER
(receba todas nossas notícias)