Bruno Peixoto defende a suspensão da cobrança de pedágio em casos de filas demoradas

Pagar pedágio e ainda enfrentar demoradas filas não é o que você espera deste tipo de serviço, não é? Pensando nisto, o deputado estadual Bruno Peixoto (PMDB) apresentou projeto de lei para garantir que os motoristas que permanecerem por mais de 10 minutos aguardando para passar pelas praças de cobrança de pedágio, nas rodovias goianas, devem ser isentos da tarifa e ter livre passagem dos veículos. O mesmo vale para quando as filas ultrapassarem 300 metros de extensão. Este limite deverá ser visualizado por meio de faixa sinalizada no pavimento asfáltico que antecede à cabine de pedágio.


Mais de 10 minutos de espera ou formação de fila superior a 300 metros é um absurdo, porque é o cidadão que está pagando por esse serviço e deve receber atendimento de qualidade”, afirmou o deputado.


Esse problema, naturalmente, decorre principalmente quanto acontece o chamado “pico de demanda”, período durante o qual às praças de pedágios recebem uma sobrecarga de usuários. “O motorista está parado ali não por sua vontade, mas porque exigem que pague pelo serviço. Se é assim, que a cobrança seja rápida, até mesmo para garantir uma maior fluidez do tráfego”, diz Bruno.


Se as concessionárias responsáveis pelas rodovias goianas descumprirem a lei, deverão ser notificadas e depois multadas. A penalidade será cobrada em dobro no caso de reincidência.


Confira o projeto na íntegra:

http://brunopeixoto.com/img2/arquivos/027%20-%20Obriga%20a%20suspensao%20de%20cobranca%20de%20pedagio%20e%20a%20liberacao%20da%20passagem%20de%20veiculos%20na%20hipotese%20de%20haver%20retardo%20no%20atendimento.pdf

MAIS NOTÍCIAS
NEWSLETTER
(receba todas nossas notícias)