Bruno promove audiência pública para discutir redução da taxa SELIC para 3% ao ano
Com uma taxa SELIC de aproximadamente 14,25% ao ano, a previsão é que cerca de 11 milhões de trabalhadores sejam demitidos e que o número de desempregados chegue em 15 milhões, em razão do fechamento de aproximadamente 130 mil lojas em todo o país. Estados e Municípios estarão financeiramente falidos e o PIB Brasil em 2016 poderá chegar em – 4,5%. Sendo que para cada ponto percentual negativo do PIB brasileiro, estima-se o reflexo de 2 pontos percentuais no índice de desemprego.


Combater a inflação com recessão e juros é trabalhar contra o crescimento econômico de toda a sociedade. A população, trabalhadores, Estados e Municípios necessitam de uma nova política econômica. Com a redução da taxa SELIC para 3% ao ano, o consumidor volta a comprar, as empresas voltam a vender e receber, a economia retoma o crescimento, o desemprego reduz, o Serviço da Dívida do Governo Federal reduz em 78% ao mês, os Estados e o Brasil retomam o superávit e voltam a crescer.


A proposta da reunião é debater e buscar a união do Estado, dos Municípios, dos senadores, deputados federais e estaduais goianos, das entidades de classe, dos trabalhadores, consumidores e movimentos sociais para o reposicionamento da taxa SELIC. 


A proposta será apresentada pelo presidente do Grupo José Alves e da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás – ADIAL BRASIL, Sr. *JOSÉ ALVES FILHO.*


*Data:* 01/07/2016

*Horário:* 15 hs

*Local:* Auditório Solon Amaral – Assembleia Legislativa do Estado de Goiás
MAIS NOTÍCIAS
NEWSLETTER
(receba todas nossas notícias)